Dicas para escolher seu piso de porcelanato

O porcelanato ganhou força nos últimos anos e têm sido o preferido na hora de escolher o piso para ambientes. Isso acontece porque além de ser muito bonito, ele é revestido por materiais nobres aquecidos a uma temperatura superior a 1200 graus celsius, o que deixa a peça muito mais resistente.

Outros fatores observados por clientes é que ele é fácil de limpar e pode ser aplicado em qualquer ambiente, qualquer ambiente mesmo, da área de serviço até a sala de jantar. Porém muitas pessoas ainda tem a impressão de que o porcelanato deve ser usado somente em grandes espaços, devido às peças de 90x90cm ou 120x120cm terem chegado ao mercado, mas elas se enganam pois essas mesmas peças podem ser aplicadas também em espaços pequenos.

Para espaços pequenos é necessário que você observe bem a planta do local para saber se o piso que você quer precisará de muitos recortes, por isso é indicado medir quantas peças inteiras caberão no ambiente. Se você não souber, é melhor que você vá até à algum vendedor ou especialista para que ele possa te ajudar na melhor opção. É indicado ainda comprar de 10 a 20% a mais de peças para não ter maiores dores de cabeça. Em espaços pequenos ainda é preciso ter cuidado com as cores do piso: as mais corretas são tons de branco e bege, pois dão uma sensação de maior espaço. Usar o porcelanato do piso na mesma direção do da parede também ou pintar a parede da mesma cor faz com que o espaço pareça maior.

A partir daí você pode escolher o tipo de porcelanato: os mais conhecidos são o polido, o esmaltado ou o rústico. O primeiro é indicado para ambientes internos como salas, corredores e quartos, pelo fato de serem bastante lisos e durarem por muito tempo. Os esmaltados podem ser lisos, ásperos, brilhantes ou opacos e são indicados para banheiro, cozinhas, quartos, etc. Já o rústico possui uma superfície antiderrapante e é perfeito para áreas externas. É importante aí conhecer a resistência ao desgate de superfície esmaltada(PEI). Para cada tipo de ambiente existe um PEI recomendado que deve ser especificado pelo fabricante. Observe a tabela a seguir:

Classificação Resistência Ambientes
PEI 0 Desconsiderada Paredes
PEI 1 Baixa Lugar com pouco acesso (despensas)
PEI 2 Média Baixa Depósitos de médio fluxo
PEI 3 Média alta Áreas Gerais da casa (quartos)
PEI 4 Alta Cozinhas
PEI 5 Altíssimo Áreas públicas (shoppings)

 

O modelo do porcelanato também é fundamental. Os porcelanatos que imitam madeira possuem cores leves que trazem conforto e são uma ótima pedida para quem gosta do ambiente mais aconchegante. Se seu gosto é mais contemporâneo e clean, o piso certo é brilhoso e com tons neutros. Porém se você é bastante preocupado(a) com a limpeza, sugere-se que escolha um porcelanato com manchas, que “esconda” as sujeiras indesejadas dos ambientes.

Para a limpeza diária recomenda-se que utilize uma vassoura, e depois passe um pano com detergente neutro em seguida de um pano seco. Para limpezas mais pesadas, é necessário comprar produtos específicos, não podendo utilizar esponjas ásperas, solventes, produtos ácidos e alcalinos.

O tipo de acabamento é importante também na hora da compra, o retificado ou o bold (tradicional). O retificado possui um acabamento lateral reto, que faz com que os rejuntes não fiquem muito aparentes, sendo o espaço entre eles bem pequenos. Já o bold possui um arredondamento nas bordas, o que faz com que o rejunte fique maior. Para assentar o piso é preciso que se utilize argamassa e rejunte específica para porcelanato, que possuem uma capacidade colante maior do que para outros tipos de pisos.

E o mais importante de tudo: o profissional! Para que o seu ambiente fique com acabamento impecável é preciso de uma mão de obra qualificada e muito caprichosa.

Related Posts